domingo, 17 de junho de 2012

CADÊ A SMTT ?

O que acontece na Av General Euclides Figueiredo e no Centro da Cidade 
 É lamentável o descaso da EMURB frente a solicitação do Ministério Público para resolver a questão dos constantes acidentes na Avenida Euclides Figueiredo, imediações compreendida entre o Moinho Sergipe e o bairro Porto Dantas. Já foram realizadas duas audiências públicas; sendo que na ultima a EMURB comprometeu apresentar a adequação do projeto feito pela SMTT da referida avenida. Só que até o momento a EMURB está cega e muda, desrespeitando o Ministério Público e atropelando a comunidade local. Os acidentes estão acontecendo e o presidente da empresa deve ser conhecedor. Pagamos impostos o que é justo em contra partida recebemos as costa da referida empresa o que é injusto. Mais lembrem-se que a força do voto em 2012 vai prevalecer. Apresentamos uma foto tirada no dia 15 de março de mais um acidente dos constantes que acontecem cotidianamente no Bairro Industrial. No Centro de Aracaju, se os Fiscais da SMTT quiserem aumentar suas notificações é só estar às 07:00hs e às 11:10hs na frente do Colégio Pio X, tanto na rua maruim como na rua de Estância, realmente é uma beleza. Por isso, tanto na Euclides Figueiredo como no Centro, fazemos a pergunta, CADÊ A SMTT?

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

PESQUISA MUDA ELEIÇÃO?

Muitas foram as proibições que aconteceram nas últimas tres eleições, senão vejamos: proibição de showmícios; proibição da distribuição de brindes como bonés, camisas, chaveiros etc... causando um impacto muito grande nesse comércio, pois era nessa hora que eles mais faturavam.Agora por debaixo do pano continua a distribuição de cestas básicas, exames médicos, remédios,enfim forçou os políticos e os próprios eleitores a mudarem de tática sendo que só uma coisa não foi proibida, as famosas pesquisas eleitorais que só precisam ser registradas para poderem ser divulgadas. Agora quem garante que são verdadeiras, o TSE, órgão que registra as pesquisas não tem como avaliar a veracidade das informações, a pesquisa em si bem feita, por ser a estatística uma ciência, tem um grande percentual de acerto, mais tem aqueles institutos, claro que na sua minoria como em qualquer tipo de negócio,mostram resultados diferentes em pesquisas feitas na mesma região e no mesmo período, se a população for na onda dessas pesquisas, o resultado com certeza influenciará no final. Então o Tribuna do Interior sugere aos parlamentares sergipanos, não tem proibição de shows e brindes, tem que proibir pesquisas para divulgar, só poderia para consumo interno, pois o eleitor brasileiro ainda tem um grande defeito, só vota em quem está na frente e uma pesquisa fraudulenta sendo bem utilizada, influencia mesmo na decisão do pleito.


www.nobancodapraca-se.blogspot.com